Vila Real recebe Norberto Lobo, Black Bombaim, Cavalheiro

Começa no próximo Sábado, dia 17, uma série de três concertos promovidos pela Covilhete na Mão que, podendo ser entendidos quase que como uma celebração da vitalidade que esta cidade adquiriu pelas mãos do já grande covilhete, são também, e arrisco dizê-lo, a subida de divisão de uma promotora que em menos de um ano desde a sua primeira actividade consegue não só ter nome como catálogo a mostrar.

A esse catálogo junta-se, no dia referido, a começar pelas 22 horas no Club de Vila Real, o senhor (e “senhor” porque todo o respeito é pouco) Norberto Lobo. Mestre da guitarra, mago das seis cordas, encontra no acústico qualidades electrizantes que gravam na sua música um pulsar vivo de tons quentes que muito bem nos podem levar aos ambientes mais frios. Paisagens mutantes, onde a calma não é certa nem o sobressalto é eterno. É a magia que muitos conseguiram apenas comparar à do mestre Carlos Paredes. Depois de passagens em 2009 (em nome próprio) e em 2011 (com os Tigrala), ambas no Teatro de Vila Real, Norberto apresenta agora o seu mais recente álbum “Mel Azul”, acabado de sair.

O segundo nome desta troika é já sobejamente conhecido, já aqui foi falado, e é preciso ter vivido os últimos meses debaixo de uma pedra para não saber o lançamento que levam. Falo dos Black Bombaim, mais um regresso aos concertos nesta cidade, depois de uma passagem que quase se pode dizer longínqua pelo discreto Undergreen. Voltam agora com o enormíssimo Titans, e começam em Vila Real a sua tour europeia. E se nestas coisas do Stoner os Cavaleiros do Apocalipse são uma analogia recorrente, gostaria de propor o trio de Barcelos para a melhor interpretação do papel até agora. Épico de quatro faixas, Titans é uma viagem entre galáxias, ou possivelmente a luta pela sobrevivência no filme Army of Darkness, as metáforas são muitas. Provam todo o seu poderio e mestria num concerto que se adivinha inesquecível, na Terça, dia 20, com início marcado para as 22 horas, também no Club.

O último concerto dá-se na Sexta, dia 23, desta vez no ABC da Cultura e trata-se de Cavalheiro. Já por cá passou, no Club, aquando da apresentação do EP “Farsas”. Mas com disco novo, “Ritmo Cruzeiro”, justificava-se agora um reencontro. Guitarras a marinar ao fundo, ritmos ondulados e a leve brisa marítima que leva este cavalheiro por um Rock suave e não ‘soft’, do bom, de palavras directas e histórias que pedem para ser contadas. Um final mais do que adequado para esta mini-maratona de bons concertos.

A entrada nos concertos de Norberto Lobo e Black Bombaim custa 5 euros cada e a entrada no concerto de Cavalheiro tem o valor de 3 euros. Através do e-mail da Covilhete na Mão (covilhetenamao@gmail.com – apresentando nome completo e nº BI/CC) pode ser reservado um passe geral por apenas 10 euros. Sem dúvida uma oportunidade a não perder e um dos pontos altos da agenda de 2012.

(texto redigido para a coluna “Em Mono” do jornal Notícias de Vila Real, de 14-11-2012)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s