O vídeo do Marcelo ou a enrabadela alemã

Se o Professor ainda conseguia ter piada, consegui perdê-la toda com a sua tentativa frustrada de passar no ecrãs gigantes de Berlim um vídeo por si realizado sobre os portugueses. O vídeo é basicamente um pedir de misericórdia aos alemães, porque nós até somos meninos bem comportados e virámos o rabinho, historicamente falando, sempre que foi preciso, sendo inclusive prejudicados nos nossos negócios com a Alemanha que agora tão bem recebemos. Uma tentativa de engrandecer o povo tuga aos olhos dos países ‘cool’ da Europa. Somos, no fundo, as ‘groupies’ da Zona Euro. Esta fantástica peça cinematográfica (repare-se nos detalhes CGi na cena do submarino) vem na linha de outras intervenções públicas que um punhado de  patriotas apresentou esta semana, a propósito da visita de Angela Merkel.

A Dreambooks é uma daquelas empresas com direito a CEO e cheia de empresários que que se interessam demasiado pelas eleições nos USA porque foram uma vez a Nova Iorque e aquilo é muito giro (isto sou eu a estereotipar). A Dreambooks é também uma empresa que vai enviar um cabaz com chouriças, queijos e outras coisas boas à Chanceler como forma de saldar uma pequena percentagem da nossa dívida. Os alemães já perguntaram se no caso de o queijo ser Terra Nostra têm também de ficar com o Pauleta. Engraçado é que um dos objectivos desta iniciativa é trazer a senhora de volta ao país, isto quando a maioria dos portugueses espuma de raiva pela passagem de cinco horas que acontece esta Segunda-Feira.

Por fim o nosso ilustre primeiro veio publicamente pedir que se recebesse bem não só esta visita, mas como a de todos aqueles que nos ajudaram a mergulhar bem fundo no poço em que estamos. Podemos ser pobres, mas pelo menos não sejamos mal agradecidos!

O Zé Povinho afirmou “que se foda a Merkel!”, no entanto foi logo abatido por um atirador da GNR. Consta que a arma era alemã e que o próprio agente era descendente de emigrantes da Baviera, pelo que Passos Coelho, a Dreambooks e o Professor Marcelo já decidiram realizar um musical produzido pelo Filipe La Féria em torno do acontecimento, a ser exibido nas mais prestigiadas salas berlinenses, isto se desta vez os alemães quiserem saber.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s